Pesquisar este blog

29 de março de 2011

Amor #

É incondicional
O amor que sinto;
Estranho e banal,
Mas é desejo e o vivo.

De tudo, nada é igual.
É o eterno e o infinito;
Me torna mais animal,
Mas é amor e é bonito

É um sonho
Que não quero acordar
E não há palavras para falar

Como é o meu amor,
Algo belo e sem pudor;
Mas que só existem entre nos.

Mais sonetos acesse o blog Sonetos do Iuri.